Evento em SP mostra uso da inteligência artificial no tratamento da água

A Fenasan 2023 acontece de 3 a 5 de outubro e apresenta soluções em IA aplicadas no tratamento de água, efluentes e esgoto.

0

A aplicação da inteligência artificial no tratamento de água pode soar como ficção científica, ou trama de série de plataforma de streaming, que nada, para a Augen, empresa de engenharia e inovação que desenvolve tecnologias para promover a digitalização dos processos de tratamento de água, já é realidade. Uma mostra desse saneamento digital será apresentado durante a Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente (Fenasan), o maior do gênero na América Latina, que acontece entre os dias 3 a 5 de outubro, na cidade de São Paulo.

A empresa gaúcha participa na Fenasan demonstrando soluções, cases e tirando dúvidas do público. Fundada e sediada em Rio Grande (RS), com atuação consolidada no Sul do Brasil, em expansão para outras regiões, a Augen desenvolve soluções tecnológicas para monitoramento, medição, controle e tratamento de água, efluentes e esgoto. É o chamado saneamento digital ou saneamento 4.0, com metodologia própria é possível  implementar soluções plug and play ou também desenvolver alternativas customizadas.

 

O QUE É O SANEAMENTO DIGITAL

Leia Também
1 De 385

Em síntese, o saneamento digital consiste no desenvolvimento e aplicação de softwares com capacidade de avaliar as características da água, efluente ou esgoto a ser tratado. Também, averiguar o histórico de operação e tratamento. A partir dessas informações, constrói-se um modelo matemático, que vai sendo aperfeiçoado à medida que o trabalho se realiza – é o “aprendizado da máquina”.

A solução evolui até se estabelecer a proporção ideal entre insumo a ser aplicado e qualidade alcançada, assinala o CTO e co-fundador da Augen, Cezar da Rosa. “A solução permite a digitalização dos processos para tratamento adequado da água. Além de ganhos operacionais, uma vez que não há desperdícios de insumos nem a aplicação daqueles que podem prejudicar tubulações e sistemas, há o ganho principal: um tratamento da água e efluentes com mais eficiência e qualidade”.

Fabricio Santana, Cezar da Rosa e Moisés Borges, sócios da Augen

A Augen Engenharia opera há cinco anos. Inicialmente, o foco era o saneamento urbano; agora, a empresa está expandindo sua atuação para o saneamento industrial também.

A metodologia desenvolvida pela empresa é denominada Sata, acrônimo para Sistema de Análise e Tratamento de Água. Ela envolve três etapas. Todas, mediante recursos tecnológicos. São elas o diagnóstico da água em cada estação, depois o desenvolvimento da solução atendendo às especificidades dessa água e a implementação da solução propriamente dita.

“Ao final das três etapas”, detalha o CTO da Augen, “caso a solução ainda não esteja rodando perfeitamente, retomamos as etapas de diagnóstico, desenvolvimento e implementação até que esteja tudo rigorosamente funcional. Para que, ao fim de tudo, a transformação digital possa oferecer ao gestor da estação de tratamento procedimentos automatizados, interativos e dados para auxiliar a sua tomada de decisão”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons