Vander Giordano explica como a tecnologia impacta ações do varejo tradicional

Executivo analisa concorrência dos Shoppings com o e-commerce

0

A tecnologia está transformando a forma como os consumidores realizam suas compras. Nos dias atuais, com apenas um clique, qualquer pessoa adquire algum tipo de produto, seja ele um alimento ou um vestuário. O e-commerce, que anos atrás era apenas uma tendência, tornou-se realidade e tem se destacado no mercado mundial. Para Vander Giordano, vice-presidente institucional da Multiplan, para acompanhar o avanço da tecnologia, as lojas físicas estão mudando sua maneira de levar novas experiências ao consumidor. “O shopping também caminha nesse sentido. Como administrador, você precisa acompanhar as novas tendências de experimentação do varejo”, analisa o executivo da maior administradoras de shopping do país.

Segundo levantamento feito pela Ebit/Nielsen, somente no Brasil o e-commerce faturou R$ 53,2 bilhões em 2018. A tendência é  que esse formato continue crescendo com a propagação dos sistemas de marketplaces. Para o Vander, os centros de compras tradicionais se adaptam incorporando os benefícios proporcionados pela tecnologia, mas destaca que no ambiente físico, o digital é apenas mais uma das ferramentas que levam facilidades ao consumidor.

Tecnologia revoluciona o comércio

Leia Também
1 De 386

Ao contrário do que muitos pensam, os grandes centros comerciais não estão sob risco com a chegada dos grandes marketplaces. Para Vander Giordano, atualmente, a tecnologia é uma grande aliada do comércio tradicional, pois possibilita a ampliação para oferta de produtos e serviços desses espaços. O executivo ainda afirma que os consumidores não vão deixar de frequentar os shoppings pela experiência que o ambiente proporciona. “No shopping tem o aroma do perfume, o sabor de um delicioso sorvete, dá para tocar nos tecidos das roupas, passear sem pressa, com conforto, tem lazer, atividades culturais, uma gastronomia variada e ainda é possível resolver sua vida em um só ambiente dentro do caos urbano que se tornaram as grandes cidades. Isso o marketplace nunca vai ter”, completa.  Mas a concorrência com os mercados na internet está forçando ajustes e novos investimentos.

Vander Giordano
ParkShopping – Distrito Federal – Foto: Divulgação

A tendência para os próximos anos é que os shopping centers ofereçam cada vez mais ambientes on e offline para expandir as experiências de compra, lazer e entretenimento. Os centros comerciais estão alinhados ao mercado para continuar oferecendo conforto, qualidade e praticidade para os clientes.  Em todos os casos a localização estratégica desses centros de compra equivale a ter um ponto de distribuição dentro das cidades muito próximo ao consumidor, diz Giordano, o que facilita a logística da entrega.

Aplicativo Multi

Para acompanhar as novas tendências do mercado, a Multiplan lançou o superaplicativo Multi. A moderna ferramenta serve como integração do marketplace atual com o varejo físico. Dentre todas as suas funcionalidades, os usuários podem consultar informações sobre as lojas, fazer compras e acompanhar ofertas. A expectativa da companhia é que no futuro aplicativo faça reservas de consultas nos centros médicos integrados aos shoppings administrados pela Multiplan.  O aplicativo também possibilita que o cliente participe de promoções e sorteios por meio do cadastro de notas fiscais.

Vander Giordano, da Multiplan
Foto: Divulgação

Vander Giordano, afirma que essa nova tecnologia foi desenvolvida para “facilitar a vida dos clientes e abrir um novo canal de venda para os lojistas”. Segundo o executivo, o intuito não é competir com as grandes empresas de marketplace do Brasil, mas sim oferecer uma experiência inovadora para os usuários através do uso inteligente da tecnologia. Atualmente, a ferramenta está disponível somente para os clientes do Barra Shopping e do Village Mall, ambos no Rio de Janeiro. A perspectiva é que nos próximos meses o aplicativo esteja habilitado em outras unidades.

On e offline

Além de se adaptar ao mundo tecnológico, os ambientes físicos precisam estar alinhados com as novas exigências dos consumidores. Por isso, toda a parte estrutural desses grandes centros comerciais também estão sendo adaptadas. “Visitar o shopping é uma experiência – olhar vitrines, tocar tecidos, ver a textura – isso tudo é um evento, mas atualmente há a necessidade de ter algumas novas atrações”, explica Vander Giordano.

Vander Giordano
Praça Sol Peres, São Paulo

O vice-presidente da Multiplan exemplifica a praça que foi revitalizada ao lado do Morumbi Shopping, em São Paulo. O espaço aberto, que teve um investimento de 5 milhões de reais, conta com uma área verde, espaço pet, wifi grátis e equipamento para idosos. “Isso tudo cria uma interatividade com o mall, que é um projeto arquitetônico concebido há anos, que funcionava de uma forma e hoje precisa se adaptar às novas demandas”, conta Giordano.A revitalização da área de 8.600 metros quadrados foi uma parceira da empresa e do empreendimento com a Prefeitura de São Paulo através do programa “Adote uma Praça

O processo de revitalização demandou 60 dias.​ O paisagismo contemplou o plantio, manutenção e adubação de gramas e de plantas de pequeno porte, como agapantos, abacaxi roxo, azulzinha, amendoim, curculigo, barriga de sapo, moreia branca, filodendro martiano, dianela e jaburan.

Sustentabilidade

Em relação a tecnologia, a Multiplan também se destaca na questão na área de sustentabilidade. A companhia foi responsável por implementar o primeiro centro de compras do país que utiliza exclusivamente energia solar, o Shopping Village Mall, no Rio de Janeiro. “Esse projeto adquirido pela administradora Multiplan junto à empresa EDP permitiu a construção de um enorme complexo gerador que já passou nos testes exigidos pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e que contribui na diminuição do impacto ambiental e nos custos para os lojistas no empreendimento”, explica Vander Giordano, vice presidente da Multiplan.

EDP entregou usina solar de à Multiplan
EDP entregou usina solar de à Multiplan

Com 25.440 módulos fotovoltaicos, o complexo abrange uma área de 240 mil metros quadrados, o equivalente a 24 campos de futebol, e possui a tecnologia tracking – estrutura que se move de acordo com as mudanças no ângulo dos raios solares, permitindo a maior absorção possível de radiação.

Com esta série de iniciativas tecnológicas e, em especial, com a construção do complexo de energia solar, a Multiplan reafirma seu compromisso com a busca de alternativas limpas e de fontes renováveis para atender aos lojistas e clientes de forma inovadora e sustentável.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons