Asperbras Tubos e Conexões e Asperbras Rotomoldagem participam da Fenasan 2022 e anunciam construção de nova planta industrial

Com obras já avançadas, nova unidade em Penápolis (SP) iniciará produção em 2023

0

A Asperbras Tubos e Conexões, e a Asperbras Rotomoldagem voltam a participar da Fenasan – Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente de forma presencial após dois anos de pandemia. Um dos maiores eventos no setor de Saneamento e Meio Ambiente da América Latina, está sendo realizado desde o dia 13 e segue até 15 de setembro no pavilhão Expo Center Norte, em São Paulo.

Nesta edição as marcas confirmam suas posições entre os líderes do setor e lançam o e-commerce, disponível em um painel interativo no estande. Através da plataforma voltada para o público B2B (venda para revenda) e B2C (venda para o consumidor final), os visitantes podem consultar e comprar produtos com assessoria direta de profissionais especializados.

A feira é palco também do anúncio da construção da nova planta industrial das duas marcas em Penápolis (SP), com operação prevista para 2023. Na primeira etapa, serão produzidas bitolas de PEAD para o mercado de saneamento de 20 mm a 630 mm.

Leia Também
1 De 386

Capacidade 

O atual complexo industrial processa mais de 45 mil toneladas de tubos de PVC por ano em suas plantas de Penápolis (SP), Macaíba (RN) e Simões Filho (BA). A indústria de tubos e conexões começou em 1985 com a implantação do segmento industrial para a produção de tubos e conexões de PVC e o setor de rotomoldagem. Hoje atua principalmente em saneamento básico, condução de água e soluções para irrigação agrícola, com uma linha de mais de 1000 produtos vendidos para todo o território brasileiro.

Constantemente, a empresa investe na implantação de novas tecnologias, inclusive de softwares, modernizando seu processo produtivo e reforçando seu compromisso com a alta qualidade dos produtos e serviços prestados.

Em 2002, a Asperbras Rotomoldagem iniciou suas atividades no setor de Rotomoldagem em Penápolis, interior de São Paulo, com a produção de diversos produtos que têm como matéria-prima o polietileno. Operando com o que há de mais moderno para o preparo e controle de qualidade da matéria-prima, como micronizadores, extrusoras, misturadores e avançado laboratório. A empresa desenvolve seu projeto de peça técnica desde o desenho e protótipo até o produto final, como caixas de ferramentas, tanques químicos e de combustíveis, caçambas e lixeiras para saneamento, vasos para jardinagem, peças técnicas para indústria agrícola e automobilística, entre outros. Hoje os mercados chefes são os do segmentos do agronegócio e saneamento básico (poços de visita e poços de inspeção).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons