Brasil promoverá agricultura familiar orgânica na Biofach 2020

Polpa de açaí, geleia de umbu, frutas secas de bacuri e cupuaçu, café, cachaça, cacau em amêndoas, guaraná em pó e mel são alguns dos produtos brasileiros que serão expostos na feira

0

Começa na próxima semana a maior feira de produtos orgânicos do mundo, a Biofach 2020. O evento acontece em Nuremberg, na Alemanha, entre os dias 12 e 15 de fevereiro, reunindo visitantes e expositores de diversos países. Para representar o Brasil, dez empreendimentos da agricultura familiar orgânica – cooperativas, agroindústrias e empresas que promovem a inclusão econômica e social de pequenos produtores – foram selecionados por chamada pública e irão participar do evento, no qual terão a oportunidade de expor seus produtos, promover degustações, encontrar compradores e parceiros comerciais, conhecer novas tecnologias e prospectar ou realizar negócios.

Exposição

Polpa de açaí, geleia de umbu, frutas secas de bacuri e cupuaçu. Além disso, café, cachaça, cacau em amêndoas, guaraná em pó e mel são alguns dos produtos que serão expostos no Estande Brasil, na Biofach 2020. O espaço é organizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), através da Embaixada do Brasil em Berlim.

Leia Também
1 De 118

O Estande será dividido em três ambientes: Cozinha, Área de atendimento e Espaço para Negociação. Todos os expositores contarão com estrutura completa, incluindo recepcionistas bilingues e apoio técnico do Mapa. Além disso eles contarão com catálogo institucional, mobiliário para preparação e exposição dos produtos. O espaço também vai oferecer sala para reuniões com os potenciais compradores.

“Trabalhamos desde o primeiro dia do governo para valorizar ainda mais a nossa agricultura familiar, que também tem vocação para a agricultura orgânica e para a agroecologia. E um caminho é fomentar a comercialização da sua produção nos mercados nacional e internacional. A Biofach é um importante meio de entrada de produtos brasileiros, orgânicos e da agricultura familiar, na Europa, pois recebe visitantes de vários países, além da Alemanha. É uma grande oportunidade de apresentar o potencial do Brasil e de mostrar que trabalhamos a questão do desenvolvimento sustentável com seriedade, independentemente do tamanho da agricultura”, explica o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke.

Produtos orgânicos

Entre os expositores está a Fazenda Bacuri, uma agroindústria familiar do Nordeste do Pará que trabalha com o manejo sustentável da Floresta Amazônica para uma produção 100% orgânica a partir de frutas da biodiversidade local. O empreendimento envolve direta e indiretamente 15 famílias da região no manejo do bacurizeiro e na produção artesanal de geleias, doces, licores orgânicos, entre outros.

Responsável por comandar a Fazenda Bacuri, Hortência Osaqui considera a participação na feira uma grande chance para se conectar com investidores. Ele visa a geração de novos negócios. “Esta é uma ação fundamental para a agricultura familiar, pois sem essa iniciativa do Mapa, de abrir portas e janelas. Não teria viabilidade econômica para o pequeno participar. Ter essa visibilidade, poder levar os produtos e mostrar a qualidade, é uma oportunidade única. Principalmente quando se fala de biodiversidade amazônica, porque você está levando um produto extremamente inovador para uma das maiores feiras do mundo”, diz Hortência.

Apicultores

No Estande Brasil da Biofach 2020, o visitante também poderá conhecer o mel orgânico em bisnaga. O produto é da Cooperativa Mista dos Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes (Comapi), localizada no semiárido do Piauí. Com cerca de 800 apicultores, todos agricultores familiares orgânicos, e uma base produtiva de aproximadamente 33 mil colmeias distribuídas em 10 municípios, a Comapi está otimista quanto aos resultados a serem alcançados na feira.

“Estamos com uma expectativa muito boa de sair da zona de conforto e prospectar novos clientes. As feiras internacionais propiciam aos empreendimentos o contato direto com compradores e esse é um diferencial. Em um mercado cada vez mais competitivo, há necessidade de ir em busca dos clientes”, destaca o gerente da cooperativa, Sérgio Viana.

Outro produto brasileiro com espaço garantido na feira é o café orgânico da Cooperativa dos Produtores de Café Especial de Boa Esperança (Dos Costas). O grupo, do sul de Minas Gerais, conta com 211 cooperados e participam pela primeira vez da Biofach.

“Somos uma cooperativa da agricultura familiar e depositamos muita esperança na Feira, porque ela nos traz a oportunidade de levar para a Europa o conceito de que o Brasil possui cafés orgânicos de muita qualidade e de mostrar a diversidade dos nossos produtos. Esperamos realizar juntamente com parceiros uma roda de negócios, para que possamos discutir sobre os nossos produtos e amanhã exportá-los não só apara a Alemanha, mas para todo o continente Europeu”, destaca o diretor-presidente da cooperativa mineira, Eliezer Reis Jorge.

Fonte: Secretaria da Agricultura

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons