Campanha de multivacinação no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul

Objetivo é atualizar a caderneta de crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade em uma mobilização para retomar as altas coberturas vacinais

0

Os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul iniciou neste sábado (9) a campanha de multivacinação para crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. O objetivo da mobilização é atualizar as cadernetas de vacinação e retomar as altas coberturas de imunização, de forma a manter o Brasil livre de doenças que já haviam sido eliminadas.

Entre os principais imunizantes, além da poliomielite, estão as vacinas contra hepatites, BCG, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e Covid-19.

No ano passado, a cobertura vacinal contra a poliomielite no Mato Grosso ficou em 84%, abaixo dos 95% esperados. Já a proteção contra a febre amarela e a hepatite A, por exemplo, ficou em 71% e 79,4%, respectivamente. Para fortalecer as ações de vacinação e alcançar as altas coberturas vacinais nos municípios, o Ministério da Saúde vai investir R$ 4,5 milhões na ação de multivacinação. Outros R$ 451 mil serão destinados para o estado.

Leia Também
1 De 386

No Mato Grosso do Sul, a cobertura vacinal da hepatite B em crianças de até 30 em 2022 foi de apenas 77,4%. Quanto à vacina de febre amarela, a cobertura em 2032 ficou em 71,3%. Serão destinados R$ 2,4 milhões para as ações de multivacinação nos municípios sul-matogrossenses. Outros R$ 241,3 mil serão destinados ao estado.

Os próximos estados a iniciarem a mobilização, em 30 de setembro, serão: São Paulo, Tocantins, Goiás, Alagoas, Piauí, Ceará e Paraíba.

Microplanejamento

O Ministério da Saúde está promovendo ações de microplanejamento nos estados, conforme o calendário da multivacinação. As equipes da Pasta vão percorrer todo o Brasil em oficinas com gestores e lideranças locais. O microplanejamento tem o objetivo de apoiar os estados e municípios na sistematização para operacionalização das estratégias de vacinação, de acordo com as realidades locais. As ações de microplanejamento foram antecipadas no Rio Grande do Norte, Amazonas, Acre e Amapá para a realização da multivacinação nos municípios desses estados, considerando sua situação epidemiológica. Os quatro estados foram piloto para a implementação da iniciativa.

O microplanejamento, método recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), consiste em diversas atividades com foco na realidade local, desde a definição da população-alvo, escolha das vacinas, definição de datas e locais de vacinação, até a logística. A proposta é alinhar essas estratégias com gestores e lideranças locais para alcançar melhores resultados e melhorar as coberturas vacinais. Essas iniciativas contribuem para que as metas de vacinação sejam atingidas.

Entre as estratégias que podem ser adotadas com o microplanejamento pelos municípios, estão a realização do Dia D de vacinação, busca ativa de não vacinados, vacinação nas escolas, vacinação para além das unidades de saúde, checagem da caderneta de vacinação e intensificação da vacinação em áreas indígenas, entre outros.

Campanha publicitária

Para reforçar a importância da vacinação especialmente entre crianças e adolescentes, o Ministério da Saúde lançou a campanha nacional de mídia para a multivacinação. O vídeo oficial, com a apresentadora Xuxa e o Zé Gotinha, está sendo exibido na TV aberta, nas redes sociais e em locais de grande circulação de pessoas em todo país.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons