Livraria Lello pagará mil euros aos melhores contos da quarentena

A livraria "do Harry Potter", no Porto, lança concurso para que as pessoas escrevam ficções sobre o período da pandemia.

A Lello já foi reconhecida como uma das mais belas livrarias do mundo (Livraria Lello/Facebook/Reprodução)
0

Além de ver filmesséries, fazer tours virtuais e ler livros durante o período da quarentena da Covid-19, que tal também escrever um conto e ainda ter a chance de ganhar algo por isso? É o que propõe a livraria mais famosa de Portugal – e uma das mais lindas do mundo –, a Lello, no Porto.

Com o concurso “Contos da Quarentena”, o estabelecimento incentiva portugueses e estrangeiros a escreverem sobre suas experiências durante o isolamento. Os seis melhores autores irão receber, cada um, mil euros (com o euro em alta, este valor corresponde a mais de seis mil reais) e ainda terão seus textos publicados pela livraria.

Para participar, é preciso escrever um conto ficcional inédito de 10 a 20 páginas, focado na “sua experiência neste período de exceção graças à pandemia causada pelo vírus Covid-19”, diz o regulamento. Pessoas que moram fora de Portugal podem participar, mas devem ter mais que 18 anos. Veja o regulamento completo aqui. Os textos para o concurso devem ser entregues até o dia 31 de maio, através de um formulário online.

Leia Também
1 De 118

A Lello ganhou ainda mais fama depois que a escritora J.K. Rowling admitiu ter sido inspirada pela livraria para criar a saga Harry Potter (que, inclusive, acaba de ganhar uma edição em comemoração aos 20 anos de seu lançamento). A autora morou no Porto e foi uma habitué do lugar. De tão famosa, a loja chegou a receber 3 mil pessoas por dia, o que levou os donos a instituírem cobrança de entrada no valor de 5 euros, que pode ser abatido na compra de livros. No momento, a Lello está fechada por tempo indeterminado por conta da pandemia.

FONTE: Viagem e Turismo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons