Polo de biotecnologia criado pela Vesper Ventures já atraiu R$ 45 mi em investimentos

Distrito tecnológico em Florianópolis passa a abrigar empresas de pesquisa e desenvolvimento nas áreas de saúde e agronegócio sustentável

0

Firmes na convicção de que os pesquisadores e suas descobertas voltadas a criação de negócios com viés de impacto são uma peça-chave para o desenvolvimento econômico e social, a Vesper Ventures, fundo venture builder com foco em biotecnologia avançada, criou o primeiro polo de startups voltadas ao desenvolvimento de soluções disruptivas para problemas globais, tanto na área de saúde como no agronegócio sustentável.

Vesper Bio Labs, localizado em Florianópolis, Santa Catarina, tem 1.000 m2 e já  abriga cinco biotechs, que fazem parte do portfólio do fundo: Symbiomics, InEdita Bio, Reddot Bio, Aptah e Futr Bio. O distrito já recebeu investimento total na ordem de R$ 15 milhões em infraestrutura e, em menos de dois anos, já atraiu recursos da própria Vesper e de outros investidores parceiros na ordem de R$ 45 milhões.”Todas as nossas startups são convidadas a se instalar e construir seus laboratórios aqui. É opcional para cada empresa, mas como ajudamos em toda a gestão do negócio, a proximidade com o fundo é muito vantajosa”, afirma Gabriel Mantovani Bottos, CEO da Vesper Ventures.

“Além disso, a troca de informações entre as startups e os cientistas dentro do nosso distrito é muito enriquecedora”, complementa.

Leia Também
1 De 386

Na esteira de novas captações e aquecimento do setor, o Vesper Bio Labs  passará por uma expansão e dobrará de tamanho até 2025, abrigando quatro novas empresas. Atualmente, trabalham no polo de biotecnologia 35 cientistas e 15 executivos que comandam pesquisas com uso de novas tecnologias patenteadas internacionalmente no guarda-chuva da Vesper Ventures.

Com diferentes aplicações sociais, o setor de biotech representa atualmente cerca de 27% do mercado global. A expectativa é que em 2024 esse número aumente para 31%, segundo pesquisa da consultoria Deloitte. “Dentro de um contexto de desafios, resolvemos liderar uma série de aportes e apoio na gestão e desenvolvimento junto a cientistas engajados em resoluções de problemas mundiais, criando um polo de apoio para o crescimento e licenciamento das tecnologias desses negócios”, explica o CEO da venture builder.

A Vesper Ventures, que deu início a uma nova rodada de captação e seleção de novas startups, tem atualmente em seu portfólio sete biotechs: Aptah Bio; Cellertz; Reddot; Futr Bio; Vyro; Symbiomics e InEdita Bio, todas com soluções inovadoras e de impacto social e ambiental.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons