União de empresas, governos e sociedade marcará Conferência Brasileira de Mudança do Clima

O evento tem como objetivo formular propostas para a implementação da NDC brasileira

0

Os crimes ambientais e as consequências da mudança do clima estão na mídia mundial, dos elefantes da Namíbia que morreram por falta de água ao óleo que polui o litoral nordestino. É o momento de discutir e se comprometer com soluções.

Por isso, o Instituto Ethos participa como articulador da Conferência Brasileira de Mudança do Clima, de 6 a 8 de novembro em Recife, encontro que reúne organizações não governamentais, movimentos sociais, governos subnacionais, academia e comunidade científica e pelo setor privado brasileiro, com o objetivo de formular  propostas para a implementação da NDC brasileira, para demonstração da firme posição brasileira em torno do Acordo de Paris, e para promoção de atividades econômicas e políticas públicas que priorizem as agendas de clima, floresta e desenvolvimento sustentável.

Declaração de Recife

Leia Também
1 De 118

Nesses três dias, empresas, entidades da sociedade civil, governos, academia e pesquisadores vão debater temas relevantes e propor engajamento nacional com apoio à Declaração de Recife, um movimento permanente que agrega diversos setores da sociedade para fomentar a adoção de princípios e ações para conter os impactos da mudança do clima.

A Declaração de Recife sugere às empresas – assumir publicamente compromissos de redução de emissões e zerar desmatamento ilegal em toda cadeia de valor; para os governos –  como criar e implementar medidas de mitigação às mudanças climáticas; e para as organizações civis – como estabelecer parcerias e intercâmbio de soluções para otimizar as ações de enfretamento da crise climática.

A Conferência Brasileira de Mudança do Clima terá mais de 50 painéis e vários lançamentos: Inventário de Emissões de Pernambuco, Plano de Adaptação da Cidade do Recife, nova versão do MapBioma, mobilização de signatários para Declaração de Recife, Declaração do Consórcio Nordeste, estudos e documentários, caminhada pelo clima, Assembleia dos Povos Indígenas e reuniões oficiais do Consórcio Nordeste, ABEMA e Anama.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons