Ministério da Saúde emite documento contraindicando cloroquina e ivermectina no tratamento da Covid-19

0

Ministério da Saúde elaborou um documento contraindicando o uso da cloroquina, azitromicina e ivermectina – conhecido como “kit Covid” – no tratamento da Covid-19. A página oficial da pasta já havia retirado, há uma semana, antigas orientações para o uso dos medicamentos.

Chamado de “Diretrizes Brasileiras para Tratamento Hospitalar do Paciente com Covid-19”, o documento, que foi obtido pela TV Globo e publicado primeiramente no G1, também menciona outros medicamentos, como a hidroxicloroquina e o remdesivir, defendidos pelo presidente, Jair Bolsonaro.

Leia Também
1 De 183

Em maio do ano passado, o então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, havia alterado os protocolos liberando o SUS a prescrever cloroquina para pacientes com sintomas leves da doença. Na época, ele era prescrito apenas para casos graves da infecção e a mudança ocorreu de acordo com o desejo de Bolsonaro.

 

Ministério da Saúde emite documento contraindicando uso do ‘kit Covid’, do qual a cloroquina faz parte. Imagem: Shutterstock
Ministério da Saúde emite documento contraindicando uso do ‘kit Covid’. Imagem: Shutterstock

A mudança de protocolo foi, inclusive, um dos motivos de atrito entre o presidente e os dois últimos ministros da Saúde: Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich.

Agora, o relatório seguirá para a avaliação e consulta pública pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

 

Não existem dados que comprovem a eficácia dos medicamentos que compõem o “kit Covid”. A Organização Mundial da Saúde (OMS) vem alertando desde o segundo semestre do ano passado que os medicamentos não possuem comprovação de eficácia e, além disso, podem provocar efeitos colaterais.

 

CPI da Covid

Um dos assuntos investigados na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid criada pelo Senado, é a indicação de medicamentos sem eficácia para tratar pacientes de covid-19.

Recentemente, em depoimento, o ex-ministro Mandetta afirmou que o governo propôs à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a alteração da bula da cloroquina para que o medicamento fosse indicado no tratamento da doença. O presidente Anvisa, Antônio Barra Torres, confirmou a informação.

 

Fonte: Olhar Digital

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons